, prazer.




"Eu não te amo, só tô afim de prazer, e não me venha com melodramas, e frases bonitas tiradas de músicas clichê, eu vou continuar querendo prazer." E eu não acreditara que havia falado isso pra ela, como era possível, eu falar aquilo. Eu não me conhecia mais, havia me tornado o homem que me enojava, aquele que não se importava com nada além de suas "bolas" [e me desculpe o palavrear chulo].

Mais, há coisas que você não tem escapatória, o destino escreve aquilo com tanta intensidade que todas as suas escolhas o levam aquilo, a o que você menos espera Destino, Futuro, coisas que antes me devam esperança, hoje me metem medo, e calafrios na espinha. Pra lhe falar a verdade, caro leitor desse bostoblog, até gosto do meu novo eu, é bom as vezes sair da rotina insuportável que lhe persegue, e viver uma vida adoidada, como nos filmes americanos teens, em que o carinha faz de tudo pra ir pra cama com a mulher de seus sonhos. Porque, eu não sei, mais que é boa a sensação, a isso É!

O que não me entra na cabeça é porque eu disse isso, eu não deveria ter dito isso, eu não deveria ter sido tão direto e ridículo, e escroto e nojento e desprezível, e todos os outros adjetivos que você achar, e que se enquadrem aqui, porque não havia necessidade disso. O meu maior medo hoje e perceber tarde demais que ela era meu grande amor, e eu só quis prazer com ela. Meu mundo acaba, meus sonhos desabam, e eu vou viver com a falsa realidade de que aquilo era pra acontecer, e não aconteceu, porque, o destino as vezes lhe dá uma escolha, e você escolhe sempre a errada. porque eu sou um pobre "cagado" que não tem a mínima sorte.

E o que eu sinto que vai acontecer é que eu vou acabar me lascando, que eu fiz a maior merda da minha vida, e que eu vou me arrepender por toda a vida. O que eu disse já não tem mais volta, o que ela pensa já está fixado, e o que me resta é esperar e ver o que o futuro reserva pra mim, porque o destino nos revela surpresas cedo ou tarde. Afinal, nos filmes teens americanos, o carinha nunca vai pra cama com quem ele deseja, mais sim com quem ele ama.

-----

Eu penso que vou encontrar o meu grande amor, e como disse no texto abaixo eu penso que isso vai ser quase como roteiro ganhador de Oscar, mais não é bem assim. Fato! Odeio me entregar à razão, e não ao coração, mais eu sei que isso nem existe mais, e eu vou ficar só na ilusão dos contos de fadas. Decide PARAR! Como diz uma amiga minha "Contos de fadas foram feitos pra idiotas infantis que acreditavam em unicórnios, ou seja, um bando de otários!"



Um comentário:

gabriela m. disse...

é, você fez merda mesmo.

mas por quê diabos você fez isso eu não entendi.

OO'